Close

Not a member yet? Register now and get started.

lock and key

Sign in to your account.

Account Login

Forgot your password?

Não existe lixo pequeno

20 mar Posted by in Sustentabilidade | Comments
Não existe lixo pequeno
 

Bitucas jogadas em SP podem encher um apartamento de 70m² por dia

A Rede Papel Bituca, formada por ONGs e empresas sociais para conscientizar a população sobre os efeitos das pontas de cigarro no meio ambiente, divulgou um estudo que mostra que, em São Paulo, 34 milhões de bitucas são jogadas no chão todos os dias, quantidade suficiente para encher um apartamento de 70 metros quadrados. Na busca por melhorias neste cenário, os ativistas vêm desenvolvendo uma série de campanhas voltadas aos fumantes.

O gestor do projeto, Rafael Henrique Rodrigues, reforça que o compromisso assumido pelos criadores e apoiadores da campanha é com o meio ambiente. “Enquanto existirem pessoas que fazem a escolha de fumar, é preciso que alguém as conscientize sobre os impactos que este hábito gera com o descarte incorreto do resíduo. Tudo que é pequeno passa despercebido no nosso dia-a-dia, por isso, se pensa que não há problema em fazer o descarte de qualquer maneira” diz Rodrigues, que também é presidente da ONG Instituto S.O.S.

Uma recente iniciativa do projeto é o vídeo “Não existe lixo pequeno”, que traz um olhar inusitado sobre as pontas de cigarros e tem por objetivo alertar a população sobre o real tamanho deste problema, além de divulgar os serviços prestados pela Rede Papel Bituca. A ação nasceu da necessidade de conscientizar mais pessoas sobre o impacto ambiental causado por esse pequeno resíduo e de ampliar a atuação do projeto, que usa como instrumento de conscientização a reciclagem das pontas de cigarro em papel artesanal, usado para fabricar artigos ecológicos que geram inclusão social e renda.

O vídeo retrata a reação das pessoas ao observarem bitucas de cigarros gigantes espalhadas pelas ruas de São Paulo e tem por objetivo fazer com que a mensagem ecoe por todos os cantos. “Decidimos fazer este vídeo em São Paulo com objetivo de ser mais um instrumento viral de conscientização e, ao mesmo tempo, permitir que mais pessoas soubessem do nosso projeto”, explica Rodrigues. “A expectativa é atingirmos um grande volume de compartilhamento nas redes sociais. A ideia é mobilizar as pessoas quanto ao descarte correto deste microlixo”, completa o ativista.

A ação contou com diversos voluntários, desde a fabricação das bitucas gigantes até a captação e edição de imagens. O Bota-Bituca doou os tubetes que servem de cinzeiro portátil para distribuição aos fumantes durante as gravações.

Redação CicloVivo

Leave a Reply