Home / Notícias / Comovente passáro que alimenta seu filhote com uma bituca de cigarro

Comovente passáro que alimenta seu filhote com uma bituca de cigarro

Os humanos tornaram as condições de vida um inferno para o meio ambiente, sacos plásticos, canudos e fios sufocando e matando a vida marinha, ursos polares sendo forçados a entrar na cidade por causa do derretimento do gelo e da falta de comida, e várias espécies sendo levadas ao ponto de extinção – isso é tudo o que fazemos.

O lixo plástico é um problema enorme, mas outra coisa que cobriu nossas praias, está ameaçando as vidas de criaturas marinhas e terrestres e não está sendo chamada o suficiente – é a ponta de cigarro.

Karen Mason é voluntária da National Audonon Society e fotógrafa. Ela capturou esta imagem comovente de uma mamãe alimentando seu bebê com um cigarro e, naturalmente, isso a deixou furiosa. Quando Karen passeava pela praia de St Pete há alguns dias, ela estava com sua câmera enquanto cuidava dos pássaros. Foi quando ela viu um skimmer preto (Conhecido como talha-mar ou corta-água) alimentando seu bebê com algo incomum. Ela tirou algumas fotos dele, e só depois percebeu que o filhote estava sendo alimentado com uma bituca de cigarro.

As bitucas de cigarro possuem plástico nos filtros que não são biodegradáveis. Eles contêm fibras sintéticas e centenas de produtos químicos usados para tratar o tabaco. Tenha em mente que cerca de 5,5 trilhões de cigarros são produzidos a cada ano em todo o mundo, sendo que a maioria deles possuem filtros feitos de acetato de celulose – que pode levar uma década ou mais para se decompor. E, logicamente, uma parcela mínima é descartada corretamente. Dos bueiros e córregos, as bitucas percorrem um longo caminho até poluir nossos oceanos.

Filhote de talha-mar alimentando-se de bituca de cigarro
Filhote de talha-mar alimentando-se de bituca de cigarro

About admin

Check Also

A ameça dos lixos nos mares preocupa as nossas crianças em âmbito mundial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *